Vale a pena se formalizar?

Esses dias aconteceu uma conversa nos comentários, onde falamos sobre a necessidade de formalizar a sua empresa de Vending Machines.
Como achamos que este assunto é bem interessante e abrangente, resolvemos dedicar um post a ele.
Afinal de contas, vale ou não vale a pena se formalizar?
 
 
empreendedor 1 Vale a pena se formalizar?
Empreendedor
Do nosso ponto de vista vale a pena sim, por um simples motivo: Se você é ambicioso e tem vontade de fazer seu negócio crescer é bom estar sempre com ele regularizado para evitar problemas futuros.
A cada dia a Receita Federal vem fechando o cerco e dificultando cada vez mais a vida das pessoas que não declaram seus impostos.
A sonegação de impostos é crime!
Como se estes motivos não fossem suficientes, vamos observar o caso que aconteceu no domingo em Santa Maria, sul do Brasil.
Quando na vida o dono daquela boate iria imaginar que um sem-noção indivíduo soltaria um sinalizador e colocaria fogo no seu estabelecimento matando mais de 230 pessoas????
Certamente isto nunca passou pela cabeça dele, e por isto talvez, ele tenha empurrado com a barriga a questão da regularização do seu negócio.
O problema é que nunca estamos livres desses infortúnios, por isto recomendamos sempre estar em dia com todas as obrigações de sua empresa.
Voltando o foco para as Vending Machines o maior motivo que leva as pessoas a não abrirem empresa etc. é o tamanho de seus negócios.
Se você parar para pensar, a mensalidade de um contador gira em torno de 1 salário mínimo ( aprox. R$600).
Se você tiver uma média de LUCRO de R$60 por máquina vai precisar de 10 VM’s só para pagar a contabilidade.
Chega a ser maldade, não acham?
Porém, se sua operação girar um volume maior de dinheiro, vale a pena consultar o seu contador e partir para abertura da empresa.
“E eu, que tenho uma operação pequena? Não posso fazer nada para regularizar minha situação?”
Pode, e deve!
Com a dica trazida por mais um de nossos membros, é possível você andar na linha através do MEI.
O MEI – Micro Empreendedor Individual
 
Apesar de nunca termos ouvido falar sobre isto, nós fomos atrás das informações mais detalhadas que encontramos para poder compartilhar com vocês leitores.
Segundo descrição do Portal do Empreendedor, o Micro Empreendedor Individual é a pessoa que trabalha por conta própria e se legaliza como pequeno empresário.
Para ser classificado como MEI você precisará faturar até R$60.000 por ano, ou R$5.000 por mês.
Considerando o lucro médio comentado acima, e uma margem de lucro de 50% estamos falando de um faturamento de R$100 por máquina, ou seja, umas 60 máquinas.
Em outras palavras, se você tiver menos que isso provavelmente se encaixará no plano.
Porém, existem ainda algumas restrições além do faturamento máximo.
São elas:
- Não é permitida participação em outra empresa como sócio ou titular;
- Só é permitida a contratação de um funcionário, e ele deve receber no máximo um salário mínimo ou o piso da categoria;
“Tá, legal, tem um monte de restrições, mas quais as vantagens de entrar neste plano?”
 
Além das vantagens já comentadas no início do post, você poderá emitir um CNPJ da sua empresa.
Podendo abrir conta em banco, tomar financiamentos, emitir notas fiscais etc.
“Ok, parece ótimo. Mas quero saber de números. Quanto vou ter que pagar afinal?”
 
O MEI está enquadrado no Simples Nacional, portanto fica isento de IR, PIS, COFINS, IPI e CSLL.
Como o nosso negócio é vender bolinhas, chicletes, brinquedos etc. podemos ser classificados no setor de Comércio e Indústria, o que nos levaria a pagar apenas R$34,90 reais por mês, fixos, reajustados anualmente de acordo com o salário mínimo.
O PULO DO GATO
Se nós já estávamos achando bom, agora vem a melhor parte!
A grande vantagem deste modelo é a não necessidade de contabilidade!
 
Se você for um MEI não precisara manter livros caixa, enviar balancetes e todas essas burocracias que a receita exige dos empresários comuns.
Você precisará apenas, mensalmente, enviar à receita uma relação do seu faturamento.
É quase como um caderninho de anotações.
É recomendado também guardar todas as notas de compras de mercadoria, documentação do empregado contratado e canhoto das notas fiscais que emitir.

 


Conclusão

 
Como descrito ao longo do post, nós somos favoráveis à legalização em qualquer hipótese.
Mas convenhamos que a criação do MEI facilitou muito a vida de nós empresários do ramo das Vending Machines.
Agora não tem mais desculpa. Se você é pequeno, corre pro MEI, se você é grande, parte para a empresa comum.
As informações foram retiradas de diversos sites inclusive do Portal do Empreendedor, que você pode acessar clicando aqui, ou através do endereço: http://www.portaldoempreendedor.gov.br/mei-microempreendedor-individual
O site, que é do Governo, é muito bem explicado e detalhado.
Praticamente todas as dúvidas que nos ocorreram durante a pesquisa foram tiradas lá.
Então, se você ficou com alguma dúvida pode nos enviar um e-mail, comentar, ou acessar o Portal.
Boa sorte!
Abraços
Antonio
Mande suas dúvidas para: duvidas@vendingmachinesocialclube.com
Siga-nos no Twitter: @VMSOCIALCLUBE

Sobre Vending Machine Social Clube

Antonio é autor do blog Vending Machine Social Clube, que tem como objetivo compartilhar experiências no mercado das Vending Machines.

12 Comentários

  1. Anonymous

    Tem um outro ponto tb a favor da legalização que é o fato de muitos locais nao aceitarem pessoas físicas. Eu mesmo tive que abrir empresa para colocar minhas máquinas em shopping e no aeroporto.. senao sem chance…. abs mike

    Responder
  2. Douglas

    O MEI é a bola da vez p/ os empreendedores q estão começando do zero, é uma opção q se encaixa perfeitamente com o nosso ramo de negócios e c/ tantos outros…

    Só um detalhe, FATURAMENTO é aquilo q vc VENDE, ou seja, faturamento não é o lucro. Assim, a conta não parece estar correta. Se considerarmos uma média de vendas de R$ 100,00 por máquina (isto é o faturamento), c/ um lucro líquido de 50%, ‘ao pé da letra’ poderíamos ter certa de 50 máquinas p/ se encaixar no MEI. Seriam R$ 5.000,00 de FATURAMENTO no mês, embora o lucro líquido seja de R$ 2.500,00.

    Responder
  3. Anonymous

    O pessoal do blog ja trabalhou com aquelas maquinas de adesivos flatpack da Beaver. Eu coloquei as 2 primeira em operação esta semana com adesivos do homem aranha e princesas disney e estou ansioso pelos primeiros resultados.. depois compartilho aqui no blog…alguem ja possui historico com estas maquinas? quanto faturou ? abs mike

    Responder

    1. É verdade Felipe, alguns restaurantes também.
      Mas com relação aos supermercados nossa estratégia é sempre tentar colocar as máquinas nas lojas que existem dentro deles.
      É mais fácil do que negociar com o supermercado em si.

      Abs

      Responder
  4. Antônio Ramos

    Mike!
    Pode contar sua experiencia para negociar com o aeroporto e no shopping?

    Responder
  5. Anonymous

    Vocês da VMSC fizeram a abertura de uma empresa para trabalhar com as máquinas? Se sim, qual tipo de empresa abriram, e qual ramo pode ser possível encaixar? Obrigado

    Responder
  6. Henrique

    Esses dias fui em um mercado propor uma parceria e o gerente me perguntou se tinha que dar cupom fiscal e caso sim, como faria? Aí bateu a dúvida, se abro um MEI sou insento de imposto, ok, mas aí como fica a emissão de NF para o estabelecimento? Emito total, sobre minha porcentagem ou a dele? Como ele declara esse lucro de comodato? Enfim, muitas dúvidas surgiram. Obrigado

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>