Corte de Custos Instantâneo: Otimize sua Rota!

4786064324 065076aa56 o 300x239 Corte de Custos Instantâneo: Otimize sua Rota!
Crédito: Aaronpk
“Custo é que nem unha. Tem que cortar sempre.”

Essa frase é quase um mantra nos corredores das empresas administradas pelos três homens que transformaram a Ambev na potência que é hoje.
São eles Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Carlos Alberto Sicupira.

A afirmação não poderia ser mais verdadeira.
Se você relaxar, logo logo vai perceber que seus custos cresceram demais, e seus lucros minguaram.
Por isso, hoje vamos falar de uma estratégia muito eficaz que te ajudará a não cair nessa armadilha.

Quem já opera a mais tempo sabe que o custo logístico cresce proporcionalmente ao número de máquinas.

Sem um controle de rotas bem feito, pode ser até que cresça mais!

Os controles de visitas aos pontos, melhores rotas, raios de atuação etc são fundamentais para garantir um saldo positivo no final do mês.
Vamos ver como eles podem ser feitos.

Controle de Visitas aos Pontos
Para poder controlar adequadamente as visitas aos pontos, você precisará de um controle muito apurado dos seus estoques e também uma previsão de vendas muito bem feita.

Não se permita visitar uma máquina sem necessidade.

Os principais motivos para visita-las são reabastecimento, coleta de dinheiro e, de vez em quando, checar se está tudo bem.
Fora isso, é desperdício.

Quanto menos pontos na sua rota, menos gasolina, desgaste e tempo você perderá.

Controle de Melhores Rotas
Nós dedicamos uma sessão a isto no nosso livro, mas gostaríamos de fazer uma pequena introdução aqui no blog.

Toda vez que você for fazer suas coletas/visitas aos pontos, planeje anteriormente sua rota.
Verifique qual será o melhor/menor caminho a ser percorrido, quais as máquinas que realmente precisam ser visitadas e economize muito dinheiro.
As rotas mal programadas são vilãs do operador de Vending Machines, gerando custos que dificilmente são percebidos.

Já existem alguns softwares na internet, que inclusive comentamos no livro, mas eles são melhores para operadores graúdos.
Se você está começando, pode fazer isso sozinho tranquilamente usando seu GPS ou Google Maps.

Raio Máximo
Algumas pessoas não entendem, mas existem sim ocasiões onde não se deve colocar a máquina.
O raciocínio é simples.
Existem pontos que gerarão mais custos logísticos do que receitas para você.

Pense no seguinte: “Vale a pena você colocar 1 máquina em uma cidade a 100km de distância de você?”
A resposta provavelmente será não.
Só o custo de gasolina para percorrer estes 200km (ida e volta) vai ficar em mais de R$60.

Por isto é importante delimitar um RAIO DE OPERAÇÃO, isto é, a distância máxima até a qual vale a pena instalar uma máquina ou não.

Conclusão
Todas essas dicas vão te ajudar a diminuir seus custos e se planejar melhor.
A ideia é usar a tecnologia a seu fazer, organizando sua logística de modo mais eficiente e aumentando seu retorno sobre investimento (ROI).

Bom final de semana!
Abraços
Antonio

Gostou do artigo?

Receba dicas grátis e imperdíveis para ter sucesso nas Vending Machines:



Não se preocupe. Nós odiamos spam tanto quanto você!

Sobre Vending Machine Social Clube

Antonio é autor do blog Vending Machine Social Clube, que tem como objetivo compartilhar experiências no mercado das Vending Machines.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>