Reportagem da PEGN sobre Máquinas Automáticas

Ontem tomei um susto com a visitação do blog e solicitações de cadastramento para compra do livro.
Tivemos um número de visitantes quase 4x acima do que estamos acostumados!! =)

O motivo disso?
O programa Pequenas Empresas Grandes Negócios passou uma reportagem sobre máquinas automáticas exóticas na televisão.
É incrível a força que esse veículo de comunicação tem, deve ser por isso que o chamam de veículo de massa!

As duas máquinas apresentadas vendem Flores e Produtos de Beleza para mulheres.
Pelas informações financeiras fornecidas pelas empresárias, essas máquinas são mais um caso de sucesso.

Encontramos um video que fala sobre elas.

 

Veja a reportagem abaixo.

Máquinas automáticas vendem de produtos de beleza a buquê de flores

Equipamentos ficam em lugares movimentados, como metrô e shoppings.
Negócio é enxuto – sem funcionário e com aluguel baixo – e rentável.

O autoconsumo é uma tendência forte de mercado e as máquinas automáticas vêm ganhando cada vez mais novas possibilidades. Em São Paulo, já é possível comprar buquês de flores e produtos de beleza neste tipo de equipamento.
As empresárias Lis Saba e Lívia Valim têm duas máquinas de produtos de beleza – como esmaltes, removedores, unhas postiças, pinças, lixas, adesivos para unhas e produtos de higiene pessoal – instaladas em estações de metrô da capital. A escolha do local não foi aleatória; no metrô, é grande o fluxo de pessoas que precisam de serviços rápidos.
Uma delas funciona na estação Paraíso, integração entre as linhas azul e verde do metrô. A máquina é automática, basta colocar o dinheiro e selecionar o item desejado. O investimento foi de R$ 30 mil. Só neste equipamento, elas vendem cerca de mil itens por mês. A reposição de produtos é diária mas, por enquanto, não foi preciso contratar funcionários.
Os itens mais baratos têm mais saída, como o elástico de cabelo que custa R$ 2. O produto mais caro é a unha postiça, vendida a R$ 20. A expectativa das empresárias é instalar mais 13 equipamentos até o fim do ano.
O retorno do negócio é alto. “A gente está faturando cerca de R$ 9 mil por mês, em cada máquina, e como a gente não tem tanto custo, não tem custo de funcionário, o aluguel é baixo, então, o lucro está variando entre R$ 3.500 e R$ 4 mil por mês, por máquina”, explica Lívia.
Flores
Outra novidade no segmento do autoconsumo são as máquinas automáticas para vender flores. O interessado escolhe o buquê, paga com cartão de débito ou crédito, e retira o produto na hora.
A ideia é da empresária Fátima  Casarini, que comprou três máquinas e montou um centro de produção de buquês de flores. Ela investiu R$ 300 mil no negócio.
Fátima adaptou a velha máquina de salgadinhos para vender os buquês. O equipamento refrigera, umedece e conserva as flores. Depois que elas saem da máquina, ainda duram cerca de nove dias.
O negócio é enxuto e rentável. O equipamento ocupa apenas 1 m² do shopping, fica encostado em uma coluna, o aluguel é menor que o de uma loja ou quiosque e não é preciso contratar vendedor. A previsão da empresária é que a máquina fature R$ 21 mil por mês.
Para ver o vídeo e a reportagem completa, acesse o link: 
Fonte: Pequenas Empresas, Grandes Negócios.
Mande suas dúvidas para duvidas@vendingmachinesocialclube.com

PS: Se você ainda não se cadastrou em nossa newsletter, clique no link abaixo e ganhe de presente um pacote com 28 artigos essenciais sobre as Vending Machines!

http://lp.vendingmachinesocialclube.com/pacote-28-artigos-essenciais/

 

Sobre Vending Machine Social Clube

Antonio é autor do blog Vending Machine Social Clube, que tem como objetivo compartilhar experiências no mercado das Vending Machines.

4 Comentários


  1. Bom dia

    Adquiri o guia completo, porém estou pensando em iniciar aqui em Taguatinga DF com aquelas vending machgines de snaks, vi uma reportagem no programa Pequenas Empresas Grandes Negócios onde colocam produtos para mulheres como esmaltes, lixas entre outros e não encontro nenhuma informação nem empresas aqui em Brasília.

    Vocês tem informações sobre essas maquinas? Conhecem alguns representantes ou empresas aqui em Brasília? No programa os objetos vendidos eram embalados em sacos plásticos, sabem onde encontro?

    Tentei enviar uma mensagem para o e-mail indicado no guia, porém a mensagem retornou.

    Vladimirbsb.

    Responder

    1. Oi Vladimir, tudo bem?
      Estranho o e-mail ter voltado….estamos recebendo normalmente.
      Você mandou para vendingmachinesocialclube@gmail.com?

      Já aproveitando para responder por aqui, nós sempre recomendamos que operadores entrem no ramo das vendas automáticas com as máquinas pequenas. As máquinas grandes possuem um grau de complexidade bem maior.

      Só para você ter uma idéia, o negócio com as máquinas pequenas é tão rentável que nós nunca tivemos “vontade” de partir para as máquinas grandes.

      Infelizmente, por este motivo, não temos como te ajudar muito.
      Não temos experiência com essas máquinas como temos com as de Bulk Vending….

      Desculpe não podermos ajudar.

      Abraços

      Responder
      1. Thiago Brandão

        O negócio com as máquinas pequenas é realmente tão rentável? Pois estou prestes a fechar negócio pra colocar uma máquina grande, de produtos femininos, no metrô de SP e esse comentário me deixou com a pulga atrás da orelha rs.

        Responder

        1. Thiago, esse comentário é uma particularidade nossa.
          Confie nas suas análises, no seu instinto e faça o que acha que vai ser melhor.

          O que funciona para um, pode não funcionar para outro e vice versa. Depende de muitas coisas, perfil, capacidade financeira e etc..

          Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>